Características Gerais

Padrão FCI n. sem reconhecimento
Grupo n. Cães de Porte, sem classificação na FCI.
Tamanho pequeno; M:+ou-38 cm; F:ligeiramente menor
Peso 13 a 14 Kg
Pelagem longa
Agressividade média
Aptidão caça e companhia
Atividade
Espontânea
alta
Área para criação média
País de Origem Rússia

 

Clique para ver

 
Spaniel Russo

Após a 2ª Guerra Mundial, caçadores russos, moradores em cidades, sentiam necessidade de um pequeno companheiro nas caçadas. Para suprir essa demanda, eles criaram o Spaniel Russo, usando uma boa variedade de raças de spaniels européias.

Essa criação foi reconhecida pelas autoridades da extinta União Soviética em 1951 e na década de 1970 alguns foram exportados para a então denominada Alemanha Oriental.

Os primeiros spaniels europeus chegaram à Ucrânia no século III e foram trocados por valiosas obras de arte da família real. Quando os "Wolfhounds" (maiores e mais elegantes) ganharam a preferência da nobreza, esses spaniels foram doados aos serviçais envolvidos com caçadas. Apenas alguns poucos do grupo original continuaram com a aristocracia e foram seletivamente criados para tornarem-se um pequeno e vigoroso cão de companhia principalmente para crianças.

Os Godos (tribo de bárbaros da região) valorizavam a raça por sua beleza e rusticidade. Consta ainda que Átila, o Huno, possuía um casal desta raça, que era alimentado com as melhores partes dos animais caçados, sendo que só depois suas tropas tinham permissão de comer.

Foi nessa época que a única cor hoje aceita, preto-e-branco, foi definida, já que Átila acreditava que a coloração com castanho ou dourado, lembrava sujeira e representava os "comuns", enquanto os preto-e-brancos lembravam a pele dos arminhos, usadas pelos reis em seus mantos.

A raça é extremamente fiel ao seu dono e além de farejar e levantar a caça ele também serve como retriever, buscando a presa abatida. Ele caça tanto cabras selvagens e lebres como uma grande variedade de aves.

O Spaniel Russo tem um excelente temperamento, o que o torna um grande companheiro, além de ser maravilhoso com crianças. Apesar de extremamente afetivo e devotado à família, ele pode ser agressivo com estranhos, o que o torna também um bom cão de alarme.

A pelagem é moderadamente longa, reta, brilhante com subpêlo espesso.

A cor é sempre preto-e-branco.

Na aparência geral o Spaniel Russo é um cão de porte pequeno, forte, resistente, um típico spaniel com olhar inteligente, bem estruturado e com boa ossatura. As orelhas são bem longas e a cauda é amputada para prevenir o congelamento.

 


Voltar

 


Clique aqui.


Para retornar na sua pesquisa, clique no botão do seu Browser!