Características Gerais

Padrão FCI n. 132
Grupo n. 6, Sabujos e Rastreadores
Tamanho médio; M-aproximadamente 57 cm; F-aproximadamente 53 cm
Peso 23 a 27 Kg
Pelagem curta
Agressividade baixa
Aptidão caça e companhia
Atividade
Espontânea
alta
Área para criação grande
País de Origem Suécia

 

Clique para ver

 
Hamiltonstövare

Em torno de 1880, o fundador do Kennel Clube Sueco, Adolf P. Hamilton, grande conhecedor de hounds, criou a raça que leva o seu nome. Ele possuía um casal de cães que eram basicamente Foxhound Inglês e/ou Harrier. Hamilton importou então hounds alemães como os de Hanover, Holstein e Curlandia para cruzar com seus hounds ingleses. Desses híbridos se originou o Hamiltonstövare (stövare = sabujo) e hoje eles gozam do favoritismo dos Suecos.
Exceto pela Inglaterra, onde eles vêm se tornando um sucesso tanto nas pistas como no trabalho, essa bela raça é praticamente desconhecida fora da Escandinávia.

Assim como os Bracos Alemães, o Sabujo de Hamilton caça só (sem matilha), acompanhando o grupo de caçadores nas vastas florestas de pinheiros da Suécia, onde ele encontra e levanta a presa em direção às armas, sempre latindo longamente (como uivos) de forma que possa ser localizado pelos caçadores.
A sua robustez permite que ele cace também animais de grande porte e se adapte muito bem à neve.
Apesar do seu forte instinto de caçador e da grande atividade, seu temperamento doce e gentil o torna adequado à vida familiar, desde que ele tenha o espaço necessário para grandes caminhadas. Com suas necessidades físicas garantidas, esses hounds são amigos extremamente felizes, brincalhões e extrovertidos que se relacionam muito bem tanto com pessoas como com outros animais.
A raça se tornou tão popular na Suécia que passou a ser parte do folclore nacional. Existe uma lenda que diz que as donas-de-casa suecas são ajudadas por um pequeno duende de nome Tomten, que está constantemente acompanhado de um Sabujo de Hamilton, de nome "Karo".

A pelagem é forte, densa, curta, grossa com subpêlo macio.

A cor é tricolor, com manta preta, dourado e branco. O branco está no focinho, peito, pés e ponta da cauda.

Na aparência geral o Hamiltonstövare é um belo cão, de porte médio, bem estruturado, denotando força e vigor, sem ser pesado. As orelhas de tamanho médio são pendentes e a cauda, também de comprimento médio, é portada à meia altura.

 


Voltar

 


Clique aqui.


Para retornar na sua pesquisa, clique no botão do seu Browser!