Características Gerais

Padrão FCI n. 262
Grupo n. 5, Cães Spitz, Nórdicos e do Tipo Primitivo
Tamanho pequeno; 30 - 36 cm
Peso 5 a 6 Kg
Pelagem longa
Agressividade média
Aptidão guarda e companhia
Atividade
Espontânea
moderada
Área para criação pequena
País de Origem Japão

 

Clique para ver

 
Nihon Supittsu

Provavelmente o Spitz Japonês tenha se originado dos Spitz Alemães de grande porte, levados da Sibéria e nordeste da China para o Japão por volta de 1920.
Em 1925 um casal de Spitz branco foi importado do Canadá e até por volta de 1936 as importações do Canadá, Estados Unidos, Austrália e China continuaram a ser feitas.
Embora existissem no Japão cães brancos do tipo Spitz (provavelmente descendentes do Samoieda) a raça só se estabeleceu depois da 2ª Guerra Mundial e o padrão que hoje é válido foi estabelecido pelo Kenel Clube em 1948.
O Kennel Clube Inglês reconheceu a raça em 1977 e hoje o Spitz Japonês está bem estabelecido também nas ilhas inglesas.

Apesar da grande semelhança física com o Samoieda, o Spitz Japonês é consideravelmente menor que ele e também muito mais valente.
A raça tornou-se muito popular no Japão em torno de 1950 e embora hoje o número de cães tenha declinado na sua terra de origem, ela está crescendo em popularidade na Europa e América do Norte.
O Spitz Japonês é alerta, de ouvido aguçado, sempre dando alarme quando estranhos se aproximam. Eles são alegres, afetivos e inteligentes.

A pelagem é dupla com subpêlo denso e macio e pêlo longo, grosso e eriçado.

A cor é branco.

Na aparência geral o Spitz Japonês é um cão de porte pequeno de estrutura quadrada e pés pequenos, redondos como dos gatos. A cabeça é típica dos Spitz, lembrando a da raposa, com olhos ovalados e escuros, orelhas pequenas eretas e pontudas. A cauda é portada alta e curvada sobre o dorso.

 


Voltar

 


Clique aqui.


Para retornar na sua pesquisa, clique no botão do seu Browser!