Características Gerais

Padrão FCI n. 319
Grupo n. 5, Cães Spitz, Nórdicos e do Tipo Primitivo
Tamanho médio; M-52 cm (+ ou - 3 cm); F-46 cm (+ ou - 3 cm)
Peso padrão não comenta
Pelagem média
Agressividade baixa
Aptidão caça e companhia
Atividade
Espontânea
média
Área para criação média
País de Origem Japão

 

Clique para ver

 
Shikoku

Assim como todos os Spitz do Japão, o Shikoku tem sua origem nos cães japoneses de médio porte.
O Shikoku foi criado como um cão de caça, principalmente de javalis, nos distritos montanhosos da prefeitura de Kochi. Por isso também tornou-se conhecido com o nome de "Kochi-Ken" (Ken = cão).
Existiam três variedades da raça, o Awa, Hongawa e Hata-all, nomes esses dados de acordo com o local onde eles foram criados. Entre os três, o que manteve o maior grau de pureza foi o Hongawa, fato decorrente do difícil acesso a área onde a raça foi criada.
O Shikoku acabou por receber seu nome devido à região de sua criação, tendo sido declarado "Monumento Natural do Japão" em 1937.
Embora a cultura Shinto-Budista japonesa proibisse a posse de animais carnívoros, alguns habitantes de áreas remotas e zonas rurais praticavam a caça usando cães para auxiliá-los. O Shikoku é um sobrevivente originário dessas raças de cães de caça.

O Shikoku é um cão teimoso, com tendência a dominar outros cães, apesar de extremamente gentil com as companhias humanas.
O futuro dessa raça rara, que dificilmente pode ser vista fora do Japão, vem sendo constantemente monitorado pela sociedade para Preservação das Raças Japonesas.

A pelagem é dupla com subpêlo denso e suave e o pêlo é áspero e reto.

A cor é sésamo, sésamo preto e sésamo vermelho.

Na aparência geral o Shikoku é um cão de porte médio, com musculatura bem desenvolvida, boa ossatura e compacto. As orelhas são eretas, bem espetadas e a cauda tem inserção alta e é portada enrolada sobre o dorso.

 


Voltar

 


Clique aqui.


Para retornar na sua pesquisa, clique no botão do seu Browser!