Características Gerais

Padrão FCI n. 49
Grupo n. 5, Cães Spitz, Nórdicos e do Tipo Primitivo
Tamanho 39 a 48 cm
Peso padrão não comenta
Pelagem mediana
Agressividade moderada
Aptidão caça
Atividade
Espontânea
moderada
Área para criação média
País de Origem Finlândia

 

Clique para ver

 
Suomenpystykorva

O Spitz Finlandês é considerado o cão nacional da Finlândia.
Os cães do tipo Spitz são muito antigos, com as origens situadas a milhares de anos atrás, quando os povos Finno-Ugrian habitavam a Rússia Central.
As várias tribos que migravam para áreas diferentes, criavam os cães de acordo com suas necessidades, conseqüentemente desenvolvendo correntes diversas. Um clã se dirigiu às regiões bem ao norte, onde isolados entre 60.000 lagos, o Spitz Finlandês surgiu como raça pura e de grande valia para os caçadores.
Com o avanço dos meios de transporte, diversas raças trazidas por outros povos foram cruzadas com o Spitz Finlandês o que fez com que a linhagem original quase se extinguisse.
Em torno de 1880, dois caçadores de Helsinque, caçando nas florestas do norte, observaram os puros cães nativos. Encantados com suas virtudes, retornaram com espécimes de alto nível, num esforço para salvar a raça.
Um dos pioneiros, Sr. Hugo Roos, criou esses animais por mais de 30 anos e junto com o Sr. Hugo Sandberg (apesar deste não ter sido criador da raça) começaram a julgar e colocar esses cães em exposições. Com o advento de shows tornou-se necessário redigir um padrão para a raça.
Em 1892, baseado nos padrões de Mr. Sandberg, o Kennel Clube Finlandês reconheceu a raça e em 1897, com o padrão revisto em detalhes, o nome Spitz Finlandês foi oficializado.

Com exceção da Finlândia, o Spitz Finlandês é utilizado como um cão de casa, um companheiro confiável e especialmente apaixonado por crianças. Ë um cão amigo, cheio de vida, valente, mais cauteloso.
Na sua terra nativa ele ainda é um cão de trabalho, um pointer cuja maior qualidade é o latido. Ele sempre mantém contato auditivo com o caçador, além de utilizar a visão e o faro para caçar.

A pelagem é dupla com subpêlo curto, suave e denso. O pêlo é áspero reto e protetor medindo de 2,5 a 5 cm . Na cabeça e pernas é curto, assente e longo e mais denso na cauda e na parte posterior das coxas. O macho é mais peludo que a fêmea.

As cores são: tons de dourado-avermelhado variando de palha, mel até um profundo castanho avermelhado. Manchas brancas na ponta dos dedos e faixa ou mancha pequena no peito são permitidas. Alguns poucos pêlos pretos na linha dos lábios, e costas são permitidos.

A aparência geral é de um cão de estatura mediana, aparência de fox, focinho pontudo, orelhas pequenas e eretas, densa pelagem e cauda curvada, de inserção alta, portada sobre o dorso.
Sua característica mais importante é seu corpo quadrado, simétrico e bem balanceado.

 


Voltar

 


Clique aqui.


Para retornar na sua pesquisa, clique no botão do seu Browser!