Características Gerais

Padrão FCI n. 330
Grupo n. 7, Cães de Aponte
Tamanho em torno de 65 a 70 cm
Peso padrão, não comenta
Pelagem longa e sedosa
Agressividade baixa
Aptidão caça e companhia
Atividade
Espontânea
alta
Área para criação grande
País de Origem Irlanda

 

Clique para ver

 
Irish Setter Red and White

Alguns especialistas sustentam que a raça é resultado do cruzamento do Spaniel D'água Irlandês, com o Terrier Irlandês, mas a grande maioria admite hoje que o Seter Irlandês teria sido desenvolvido a partir do cruzamento de várias raças em diferentes proporções, sendo elas o Seter Inglês, algum tipo de Spaniel e um Pointer, com uma pitada de colaboração do Gordon Setter.
O fato é que o Irlandês começou a obter notoriedade no começo do século XVIII e seus mais antigos ancestrais eram na grande maioria bicolores (branco e vermelho mogno) com o branco freqüentemente predominando sobre o vermelho e até hoje muitos exemplares fora da América são bicolores.
O Setter Irlandês de cor sólida (só vermelho), distinto de vermelho e branco, teve sua primeira aparição no século XIX.

No Setter de cor sólida o preto, em qualquer circunstância, é terminantemente proibido.
Essa diferença de padrão com referência a cor fez com que a raça se desdobrasse em duas, o Seter Irlandês (vermelho) e o Seter Irlandês Vermelho e Branco.
A raça é essencialmente esportiva (cão de tiro). É pena que os admiradores da raça não o utilizem tanto como cão de esporte, pois ele poderia estar ocupando um lugar junto com os melhores na categoria, assim como o Seter Inglês e o Pointer. Por mais estranho que pareça sua bela aparência o tem prejudicado como cão de esporte pois geralmente as pessoas o adquirem pela beleza e se esquecem que possui atributos esportivos.

Sua pelagem é longa na parte superior das orelhas, na face posterior dos membros com franja que se estende pelo antepeito, a garganta e na cauda diminuindo em direção à ponta. Na cabeça, face anterior dos membros e ponta das orelhas é curta. Toda a pelagem é lisa e bem assentada.

A cor é acaju (vermelho mogno) sem qualquer traço do preto. Mancha branca pequena no peito, garganta, queixo ou dedos, pequena estrela ou risca estreita na cabeça é tolerável.

Na aparência geral é um ativo e aristocrático cão passarinheiro de cor picamente vermelha e de elegância incontestável. As orelhas são longas e caídas. No campo é um caçador de movimentos rápidos e no lar é doce e excelente companhia. Pelas suas linhas é considerado por vários artistas como o mais belo do cães, tanto parado como em movimento.

 


Voltar

 


Clique aqui.


Para retornar na sua pesquisa, clique no botão do seu Browser!