Características Gerais

Padrão FCI n. 270
Grupo n. 5, Cães Spitz, Nórdicos e do Tipo Primitivo
Tamanho 51 a 60 cm
Peso 16 a 27 Kg
Pelagem média e muito densa
Agressividade baixa
Aptidão companhia e tração de trenós com cargas leves
Atividade
Espontânea
moderada
Área para criação média
País de Origem Estados Unidos

 

Clique para ver

 
Siberian Husky

O Husky Siberiano foi criado pelo povo Chukchi, do nordeste da Ásia, como um resistente cão de trenó pois eles necessitavam de um animal capaz de viajar por grandes distâncias numa velocidade moderada, carregando cargas leves, em baixas temperaturas com um gasto mínimo de energia.
Pesquisas indicam que os Chukchis mantiveram a pureza da raça durante todo o século XIV e estes cães são os únicos e puros ancestrais da raça hoje conhecida como Husky Siberiano.
Pouco depois de 1900 os americanos no Alaska ouviram falar da superioridade dos cães de trenó da Sibéria e em 1909 o primeiro time desses cães fez sua primeira aparição na corrida All Alaska Sweepstake. Em 1910 muitos animais da raça foram importados por Mr. Charles Fox Maule Ramsay e esse time, dirigido por John Johnson, ganhou a extenuante corrida de 400 milhas. Durante a década seguinte os Huskyes criados por Leonhard Seppala, ganharam a maioria dos títulos em corridas do Alaska.
Em 1925 a cidade de Nome (Alaska) foi atingida por uma epidemia de difteria e o time de cães de Seppala foi um dos usados para trazer soro para o local. Essa heróica corrida do soro fez com que ganhassem notoriedade e assim Seppala os levou numa turnê pelos Estados Unidos, onde foram convidados para participar de inúmeras corridas de trenó. O temperamento e a habilidade para as corridas chamaram a atenção dos americanos admiradores do esporte e então em 1930 a raça foi reconhecida pela A K C (American Kennel Clube).

O Husky Siberiano é naturalmente amigo e gentil, apesar de possuir uma natureza muito independente. Ele é por natureza limpo e não tem qualquer tipo de odor como a maioria dos cães com pelagem densa possui.
A companhia agradável, a beleza, versatilidade e disposição o tornaram muito apreciado pelos admiradores de cães no mundo interior.

A pelagem é dupla, bem farta, de comprimento médio, com contorno bem definido. O subpêlo é denso e macio, longo o suficiente para armar o pêlo. Os pêlos são retos, suaves e uniformemente assentados.

Na aparência geral é um cão de porte médio, rápido, ágil e solto. É medianamente compacto, com orelhas eretas e cauda em pincel. Ele é leve, de musculatura firme e bem desenvolvida.

 


Voltar

 


Clique aqui.


Para retornar na sua pesquisa, clique no botão do seu Browser!