Características Gerais

Padrão FCI n. 75
Grupo n. 3, Terriers
Tamanho 25 a 26 cm
Peso padrão não comenta
Pelagem longa
Agressividade moderada
Aptidão caça e companhia
Atividade
Espontânea
moderada
Área para criação pequena
País de Origem Grã Bretanha

 

Clique para ver

 
Skye Terrier

Os Skyes Terriers de aproximadamente 400 anos atrás eram exatamente iguais aos espécimes de hoje. Sua pelagem provou ter uma grande resistência e tem sido um ponto de destaque para todos os seguidores desse terrier de trabalho e caça.
A raça leva este nome devido ao dirigente das ilhas do Noroeste da Escócia. Ele é o único terrier pertencente às ilhas do Noroeste, que não são comuns à toda a Escócia. Todos que conhecem bem estes terriers sabem que ele não tem rival em seus domínios e onde quer que haja pedras, tocas, cavernas, pedreiras para explorar ou águas a transpor seus serviços são imbatíveis.
Graças à natureza das alusões do Dr. "Caius", um afamado físico da corte, o Skye ficou conhecido nas cidades da Inglaterra, especialmente no palácio real. Os reis e rainhas sempre ditaram a moda no país e assim que eles adotaram o Skye na corte em meados do século XVI o cão se tornou moda em todos os graus da nobreza e depois entre os comuns.

Tem pelagem dupla, com subpêlo denso, curto, macio e lanoso. O pêlo é longo, duro, reto repartido ao longo da linha superior, caindo para os lados em longas franjas. Na cabeça pode ser mais curta e macia, vedando os olhos e focinho.

A cor pode ser preto, cinza escuro ou claro, fulvo e baio sendo todos com pontos pretos.

Na aparência geral ele é um cão dotado de estilo, elegância e dignidade. É ágil e forte com boa ossatura e musculatura. Ele é duas vezes mais longo do que alto e sua movimentação é fluente, com robustez nos maxilares, tronco e membros.

A cauda é bem franjada e nunca deve ultrapassar o nível do dorso ou enrolar.

 


Voltar

 


Clique aqui.


Para retornar na sua pesquisa, clique no botão do seu Browser!