Características Gerais

Padrão FCI n. 236
Grupo n. 3, Terriers
Tamanho em torno de 23 cm
Peso 3,5 a 4,5 Kg
Pelagem longa
Agressividade baixa
Aptidão caça e companhia
Atividade
Espontânea
moderada
Área para criação pequena
País de Origem Grã Bretanha

 

Clique para ver

 
Australian Silky Terrier

A raça foi desenvolvida no final do Século XIX na Austrália através do cruzamento do nativo Australian Terrier com o importado Yorkshire Terrier, englobando muito das melhores qualidades de ambos.
Em 1906 o padrão para a raça foi desenvolvido em Sidney, New Sounth Wales, e em 1909 um outro foi redigido em Victória, ficando bastante evidentes algumas discrepâncias entre os dois padrões.
As diferenças básicas estavam na estatura, que Victória descrevia em duas classes, na orelha que o padrão de New South Wales só permitia ereta enquanto que o padrão de Victória admitia tanto as eretas como as abotoadas.
O padrão revisado foi publicado em 1926 enquanto esforços estavam sendo feitos para estabilizar os pesos. Só em 1959 um padrão nacional foi aprovado no qual os pesos foram estipulados entre 3,5 a 4,5 Kg.

A pelagem é simples, fina, sedosa e lustrosa. Na linha superior dos cães adultos o pêlo é repartido e se deseja um comprimento de 13 a 15 cm. No alto da cabeça, os pêlos formam um topete (top - knot).

A cor é azul e castanho, azul acinzentado e castanho. Melhor a cor mais saturada. O topete deve ser azul - prateado ou fulvo.

Na aparência geral é um cão de constituição leve, muito pequeno, de caráter forte, saudável ativo e esperto, revelando habilidade para caçar ratos.

 


Voltar

 


Clique aqui.


Para retornar na sua pesquisa, clique no botão do seu Browser!