Características Gerais

Padrão FCI n. 269
Grupo n. 10, Lebréis e Raças Assemelhadas
Tamanho 58,5 a 71 femeas consideravelmente menores
Peso proporcional sem ser pesado
Pelagem lisa e sedosa
Agressividade baixa
Aptidão caça e companhia
Atividade
Espontânea
alta
Área para criação grande, mas adaptável
País de Origem Irã

 

Clique para ver

 
Saluki

O Saluki, chamado de "Cão real do Egito", é provavelmente o cão doméstico mais antigo. Quando Alexandre, O Grande, invadiu a Índia em 329 A. C o tipo e as características da raça já eram distintas.
Estes cães, com tipo de corpo do Greyhound, pêlos longos nas orelhas, cauda e pernas, aparecem em tumbas egípcias de 2100 A.C. Entalhes de incrível semelhança com os Salukis foram encontrados em escavações arqueológicas do antigo império Sumério, datadas de 7000 a 6000 A.C.,
Os maometanos consideravam o Saluki um cão sagrado, "O Nobre ". Ele era o único cão que podia comer o produto da caça e também deitar-se nos tapetes das tendas do Sheik.
Como as tribos do deserto eram nômades o habitat do Saluki ia da região do Mar Cáspio até o Saara, incluindo, Egito, Arábia, Palestina, Síria, Mesopotâmia, Anatólia e Pérsia.
Os primeiros três Salukis foram levados para Inglaterra em 1840, cada um deles para um local diferente. Eles eram chamados de Greyhounds Persas, já que haviam sido trazidos da antiga Pérsia (Irã).
A primeira importação de Salukis Árabes, criados nos canis do príncipe Abdullah na Transjosdânia, foi feita em 1895 por Hon Florence Amherst sendo levados também para a Inglaterra. A partir daí, a raça teve um grande avanço nos países europeus.

Pela sua grande velocidade eram usados pelos árabes na caça a gazelas, mais rápidas que os antílopes, sendo também usados em caçadas de chacal, raposa e lebre. Os Salukis tem uma excelente visão, mas caçam também usando o faro.

São muito ligados ao dono, afetivos e bons cães de guarda, sem serem agressivos.

Sua pelagem é lisa e sedosa com franjas nas orelhas, cauda e parte posterior dos membros.

As cores podem ser, branco, isabela (acizentado), bege, dourado, vermelho, preto e castanho, cinza e castanho e tricolor ( preto, branco e castanho), incluindo todas as variações.

Na aparência geral, sua beleza é a de um cavalo Puro Sangue, gracioso, de formas simétricas, com o dorso longo e musculatura do lombo levemente arqueada.

 


Voltar

 


Clique aqui.


Para retornar na sua pesquisa, clique no botão do seu Browser!